Breaking News

Facebook não acata decisão ditatorial de Ministro e mantém perfis pró-democracia


Após a determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, de que as redes sociais (Facebook e Twitter) bloqueassem também os perfis bolsonaristas fora do país, a empresa de Mark Zuckerberg anunciou nesta sexta-feira (31) que não irá cumprir tal medida.

O Facebook afirmou que irá recorrer ao plenário da Suprema Corte para que a mesma decida sobre o tema. Por hora, tais perfis apoiadores do presidente irão permanecer no ar para pessoas que os visualizam fora do Brasil.


Em nota, a rede social diz:


“Respeitamos as leis dos países em que atuamos. Estamos recorrendo ao STF contra a decisão de bloqueio global de contas, considerando que a lei brasileira reconhece limites à sua jurisdição e a legitimidade de outras jurisdições”


STF x Bolsonaristas

No dia 24 de julho, perfis de apoiadores conhecidos de Bolsonaro como o do empresário Luciano Hang, da ativista Sara Winter e do youtuber Bernardo Kuster foram suspensos de serem vistos por pessoas dentro do país à mando do STF. Estes perfis são alvos de um inquérito que apura a fabricação e disseminação de fake news nas redes sociais.





O Antagonista

Nenhum comentário