Breaking News

Vulgo "Telemar" tenta matar a mulher com um tiro de espingarda em Presidente Figueiredo


Um valentão identificado como Antonio Ronaldo Santos da Silva de 43 anos, vulgo ‘ Telemar’ foi preso em seu sítio por policiais do 37º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob a coordenação do delegado titular Dra. Valdinei Silva na Comunidade do Rumo Certo, localizada na BR 174, KM 165, em Presidente Figueiredo no interior do Amazonas. O ‘Valente’ é acusado de ameaçar com um espingarda sua ex-companheira. 

A vítima é uma mulher de 41 anos que não teve a identidade revelada pela polícia, a denúncia foi feita ontem (17) na delegacia daquele município, relatando que na terça – feira (16) teve sua casa invadida pelo valentão (acusado), aparentando estar embriagado e armado com uma espingarda calibre 20, quebrando diversos eletrodomésticos da sua casa como televisor, ventilador, receptor de antena, DVD e até mesmo a porta do quarto, além de ameaçá-la de morte.

“Telemar” como é conhecido o valentão na comunidade por ter destruído um orelhão da localidade, só não conseguiu ameaçar sua ex-companheira, porque seus filhos conseguiram esconder os cartuchos da arma e intervir em defesa da mãe. O motivo da agressão é ciúmes, o homem não aceita o fim do relacionamento e toda vez que bebe bebidas alcoólicas, age com tamanha covardia e crueldade.

Assustada, a vítima que mora na comunidade de “Cacaia” pegou os filhos gêmeos de apenas três anos, embarcou em um bote com motor de rabeta, desloco-se até à Vila da Comunidade do Rumo Certo, para procurar ajuda no 37º DIP e de imediato o delegado titular daquela unidade policial Dr. Valdinei de pronto, determinou que uma equipe fosse em busca de “Telemar”, mesmo diante de todas as dificuldades da distância e de ter que enfrentar mais de uma hora navegando na “Cacaia”.

Antonio Ronaldo foi preso pela equipe de agentes policiais deitado em uma rede, tentou negar os fatos, disse que a arma caiu no lago, foi então que recebeu voz de prisão e conduzido ao 37º DIP, e após os procedimentos ficará a disposição da justiça daquele município.

Nenhum comentário