Breaking News

PM abre inquérito para apurar denúncia de sexo entre policiais dentro de unidade


A denúncia que uma policial militar, estava mantendo relações sexuais com um superior dentro das dependências de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), fez a polícia do Rio de Janeiro abrir um inquérito para apurar o caso.

Conforme o site O Dia, a suposta situação veio à tona quando, o até então marido da PM, descobriu que ela estava mantendo um casal extraconjugal há quase um ano com o chefe. De acordo com ele, colegas da mulher teriam testemunhado momentos picantes entre os amantes com direito a gritos e gemidos.

O ex ainda declara que a relação dava certo privilégios como folgas fora do calendário, a dispensa do uso de fardas em algumas ocasiões e outros favorecimentos. A PM apura a denúncia e abriu um inquérito que pode durar de 40 a 60 dias, se houver a comprovação de que os dois usavam o espaço da UPP para manter relações sexuais, eles podem ser severamente disciplinados.

Nenhum comentário