Breaking News

Governo decreta emergência por conta dos gafanhotos


A nuvem de gafanhotos que está na Argentina e segue em direção ao Brasil levou o Ministério da Agricultura a declarar estado de emergência fitossanitária em áreas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, os dois estados que devem ser os mais afetados pelos insetos. A portaria foi publicada no início da madrugada desta quinta-feira (25) no Diário Oficial da União (DOU).

Com a determinação, segundo o decreto 8.133, de 28 de outubro de 2013, a portaria permite a contratação de pessoal por tempo determinado e autoriza temporariamente a importação de defensivos agrícolas para conter a praga.

A nuvem de gafanhotos que avança pela Argentina está a 130 quilômetros em linha reta do município brasileiro de Barra do Quaraí, no oeste do Rio Grande do Sul, de acordo com as informações mais recentes do governo argentino. Para meteorologistas, a chegada vai depender da condição climática no Sul nos próximos dias.

O governo brasileiro também estuda o uso de 400 aviões agrícolas para controle dos insetos. O sindicato que representa as empresas de aviação agrícola (Sindag) também colocou à disposição do Ministério da Agricultura os 426 aviões pulverizadores que o Rio Grande do Sul possui.

O ministério também pediu que as Superintendências Federais de Agricultura e os órgãos estaduais de Defesa Agropecuária realizem o monitoramento das lavouras e orientem os agricultores, principalmente os do Rio Grande do Sul, a adotarem eventuais medidas de controle da praga, caso a nuvem chegue ao Brasil.

Nenhum comentário