Breaking News

Após homenagem, Cervejaria é acusada de racismo e tira rótulo de produção


Uma cervejaria foi acusada de racismo após utilizar a imagem de uma mulher escravizada na divulgação. Devido a repercussão do caso, a cervejaria que fica em São Paulo lamentou o ocorrido e anunciou, nesta sexta-feira (26), que tirou de circulação os rótulos com as imagens. 

Segundo o Sistema grobo, a fotografia da mulher negra e de cabelos crespos foi feita pelo alemão Albert Henschel, nos anos 1860. O fotógrafo ficou conhecido por fazer retratos de pessoas de origem africana, escravizadas ou livres.

Em nota, a cervejaria informou que "lamenta profundamente pelo uso da figura de uma mulher escrava. Tendo entendido que erramos, a cerveja foi retirada de circulação imediatamente. Também estamos elaborando estratégias para entender como podemos aprender e colaborar oferecendo espaço de voz sobre o tema". 

Nenhum comentário